BrasilCampo GrandeFixoMato Grosso do SulNotíciasPolítica

Pequeno e acanhado, posto do BB do Detran se destaca pelos grandes transtornos causados aos usuários do órgão

Talvez o posto de serviços do Banco do Brasil (BB) instalado nas dependências do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul – Detran/MS – seja um dos menores e mais acanhados de todo o Estado. Mas, nem por isso deixa de causar junto àquelas pessoas que procuram a autarquia para receber os serviços prestados por ela.

Normalmente, o posto do BB no Detran/MS causa transtornos aos usuários de Campo Grande e de todo o Estado que se dirigem ao órgão.

Há poucos dias houve um grande desentendimento no local, tudo por conta dos problemas gerados no posto do BB.

Depois de pagarem guias para regularização de documentos veiculares, os proprietários de automóveis perderam o dia todo às portas do posto bancário, porque o “sistema caiu” e foi um verdadeiro deus nos acuda no local.

A demora na solução do problema e a falta de informação geraram irritação e alguns usuários descontentes passaram a criticar o órgão e até o Governo do Estado.

Informado do que estava acontecendo no interior do órgão, o diretor-presidente do Detran/MS, Rudel Espíndola Trindade Júnior, sempre pronto a dialogar para a busca de um clima de entendimento, saiu de sua sala e se dirigiu ao local oportunidade em que explicou a todos que os transtornos que cada um vivia era causado pela deficiência no sistema eletrônico do posto bancário. Realidade que o próprio responsável pelo PAB se encarregou de confirmar.

Com muita paciência e diálogo, Rudel Trindade serenou os ânimos fazendo com que os motoristas tivessem um pouco mais de paciência para a retirada dos importantes documentos veiculares.

A questão é que o problema perdurou por todo o dia e motoristas que pagaram guias as 8 horas da manhã perderam todo o período à espera da solução do problema eletrônico que não chegou e tiveram que voltar depois do almoço à busca da documentação que só foi liberada bem no finalzinho do expediente quando “o sistema voltou ao ar”.

A grande verdade é que o Banco do Brasil, instituição financeira pública, criada para facilitar a vida dos brasileiros, onde tem posto de serviços acaba complicando ao invés de descomplicar.

A despeito de faturar horrores – a quantia movimentada no PAB do BB no Detran/MS é maior do que em muitas agências da Capital – a realidade mostra que a direção regional da Instituição não faz qualquer tipo de reinvestimento para melhorar a qualidade dos serviços prestados à comunidade.

 

 

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo